Científicas Notícias

Radioterapia em cadeia mamária interna e linfonodos supra-claviculares mediais em câncer de mama EC I-III: Resultados de 15 anos do EORTC 22922 /10925

Publicado na edição de dezembro da revista Lancet Oncology, estudo de fase 3 com 46 instituições que incluiu 4.004 pacientes, com idade até 75 anos, entre 1996 e 2004 com diagnóstico de adenocarcinoma de mama estágios I-III com linfonodos acometidos por metástases ou tumores de localização central e/ou medial na mama. Os pacientes foram randomizados (1:1) entre adicionar ou não ao tratamento a irradiação da cadeia mamária interna e supra-clavicular medial (IM-MS). A dose foi de 50Gy em 25 frações. A cirurgia consistiu em mastectomia ou cirurgia conservadora com estadiamento axilar.

O follow up de 15 anos deste estudo mostra redução significativa de recorrência e mortalidade por câncer de mama no grupo que recebeu a radioterapia na drenagem IM-MS (24% vs 27,1%, p=0,024, e 16% vs 19,8%, p = 0.0055 respectivamente), mas não conseguiu demonstrar benefício significativo na sobrevida global.

Esses resultados representam o maior follow-up de trial randomizado estudando a irradiação regional nodal em mama. Os autores chamam atenção para o fato de que os benefícios na redução da mortalidade por câncer de mama não foram traduzidos em melhora da sobrevida global provavelmente porque as pacientes tiveram resultados globais melhores do que o esperado, já que apenas 56% das pacientes tinham linfonodos metastáticos axilares.

Para analisar o estudo na íntegra
https://www.thelancet.com/journals/lanonc/article/PIIS1470-2045(20)30472-1/fulltext

Dra. Paula de Cássia Soares – Radio-Oncologista – Ceonc – Cascavel / PR
@pauladcsoares

Congresso de Pele

RT 2030

Encontre um Especialista