Científicas Notícias

Radioterapia de resgaste no câncer de próstata após prostatectomia radical

Foi publicado na revista Nature Reviews Urology, um artigo de revisão sobre o tratamento de resgates após prostatectomia radical (PR).

Este artigo revisa dados históricos, ajudando a identificar os pacientes com maior risco para recidiva após PR. Além do valor do PSA, da cinética do PSA, do escore de Gleason e do estadiamento patológico novas técnicas como o PET-PSMA e a análise genômica também devem ser utilizadas.

Nesta publicação são avaliados os principais exames de imagem utilizados na prática clínica, bem como a dose, fracionamento, técnica, e volumes de tratamento a serem utilizados na radioterapia de resgate. O uso de bloqueio hormonal junto com radioterapia ou de modo isolado também é discutido.

Trata-se de publicação relevante, considerando-se que mais de 40% dos pacientes com câncer de próstata risco intermediário ou alto vão evoluir com recidiva bioquímica após a PR.

A radioterapia persiste como o tratamento de escolha para resgate, e seu uso precoce é preferível, com a associação de bloqueio hormonal concomitante nos casos de PSA acima de 0,5 ng/ml ou em doenças com perfil mais agressivo.

Para Acesso do Abstract use o link abaixo:
https://www.nature.com/articles/s41585-021-00497-7?proof=t%253B

Dr. Leonardo Vieira Polli,M.s.
Médico Radioterapeuta
Joinville, Jaraguá do Sul e Chapecó-S.C.

Congresso SBRT

Congresso de Pele

ECR

RT 2030

Encontre um Especialista